Testemunhos de missionários

Nossa Missão Cleliana foi show! Foi um tempo de graça!

Confira os testemunhos de alguns missionários.

Alguns depoimentos...

“A vida é um acúmulo de experiências boas e ruins. Cada um tem a sua que é única e especial. Nesses três dias conhecemos um pedacinho da vida de muitas pessoas em Piraquara.
Suas preocupações são diferentes das nossas preocupações diárias. Eles se preocupam se vai ter comida na mesa, se chover vai molhar tudo por dentro, se tem água para tomar banho, se tem água limpa para beber, se o filho entrou no caminho errado; se encontrarão trabalho; e se essa luta diária vai acabar por causa de uma bala perdida. Nós aprendemos o valor da vida, gradecer por tudo o que temos, se reconhecer humildes, ver que meus desejos não são prioridades. Foi gratificante a partir do momento que nós missionários paramos de pensar que estamos indo ensinar, mas sim receber histórias; ver e compreender que a felicidade está na simplicidade. Que eles tem pouco mas são gigantes” (Amanda Freezer)


“A missão foi incrível, dois momentos me marcaram muito: a festa de um grupo de jovens, onde meninos e meninas jogavam a maconha que tinham no lixo, e também outra experiência de uma senhora que queria ir à Igreja porém sofria de muitas doenças. Aprendi que tenho tudo e não valorizo, as vezes estamos tristes por bobeira, lá a felicidade reina, uma simples bola alegra um dia inteiro de meninos e meninas. Devemos valorizar e agradecer a Deus todos os dias pelo o que Ele nos dá.” (Ilan Tamião)

“Um dos momentos mais marcantes foi quando entrei na casa de uma catadora de lixo, uma família bem simpática e pobre, que valoriza qualquer coisa que eles ganham, um livro de colorir por exemplo, quando eu entreguei o livro a criança chorou de alegria. Temos que valorizar qualquer coisa na nossa vida, qualquer ato, ou ajudar uma pessoa, quem sabe isso volta para você.” (Getúlio Costa)



“Bom, o momento que mais me emociona, foi quando eu fui na casa de uma senhora que estava a 4 meses em coma, e ela não conseguia andar, o mais incrível de tudo isso, foi ver o tamanho da fé dela, pois nos momentos mais difíceis ela nunca deixou de ter fé e nem desistiu. O que aprendemos foi: ter humildade, fé, união e simplicidade, isso é tudo para eles, temos que valorizar o que temos.” (Mariana Guimarães)


“Após a missão realizada em Piraquara nos dias 20 a 22 de outubro, percebi que nós jovens apesar de todo apoio que temos da nossa família, muitas vezes não damos o menor valor. Pelo simples fato de estamos nesta escola, e recebermos uma educação considerada melhor, nos achamos melhores que os outros, porém ao chegar em Piraquara, acredito que eu e a maioria dos missionários estávamos com este pensamento, mas ao vivenciar a verdadeira realidade de um povo que apesar da falta de apoio tanto do governo, quanto da sociedade, é um povo que continua sorrindo, e acima de tudo com sua fé. Saio desta missão com um pensamento totalmente novo a respeito do mundo e acredito que esta foi uma das melhores experiências de vida que já presenciei.” (Leonardo Cardoso)



“Então, ir fazer missão em Piraquara foi sem dúvida uma experiência maravilhosa, pois levamos um pouco da Palavra de Deus nas casas das pessoas.
E um do momentos que eu vivenciei lá foi quando uma senhora pediu para que nosso grupo entrasse em sua casa e chamasse seu filho para fazer parte daquele momento de oração, pois a senhora nos comentou em voz baixa que ele estava afastado de Deus e no caminho das drogas, ele do quarto respondeu que ficaria ali mesmo sem ser interrompido... E então enquanto continuávamos fazendo a oração na cozinha lançamos o convite de que ele participasse da festa missionária à noite. E logo depois disso na festa, descobrimos que na hora dos pedidos e agradecimentos ele se ajoelhou, rezou e foi o primeiro a jogar a droga no lixo. Bom e foi nessas horas que percebi o quanto valeu a pena a nossa presença lá e com certeza fizemos a diferença na vida daquelas pessoas e marcamos o caminho de cada uma delas.” (Naiara Santos)


“O mais incrível nessa missão, foi ver a fé e a união deles, mesmo não tendo muitas condições sempre estavam rezando e agradecendo a Deus por tudo o que tem. Vimos a realidade das comunidades de Piraquara é muito diferente da nossa realidade, nós temos muitas coisas mesmo assim reclamamos de tudo, nunca nada está bom o suficiente, já eles não tem muitas coisas mas estão sempre com um sorriso no rosto com as coisas que tem. O nosso pouco é o seu bastante, o nosso simples é o seu luxo.”
(Gabriela Quirino)



Missão Cleliana em Piraquara

Por Ir. Valéria Andrade Leal

Depois de dias de preparação e espera, jovens da PJC de Curitiba puderam experimentar mais uma vez a alegria da missão. Aconteceu nos dias 20-22 de outubro, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba.
Foi dias de partilha de vida e de fé. Os missionários se integraram com os jovens da comunidade, visitaram grupos de catequese e abençoaram casas e famílias. Participaram também da festa de aniversário do Maranatá, grupo de jovens de uma das comunidades da paróquia. Fizeram também uma rápida intervenção com as crianças da Escola Social Coração de Jesus, mantida pelo Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.
Hospedados nas casas de famílias da comunidade, em pequenos grupos de Unidades Educacionais diferentes, os missionários fizeram a experiência de confiança na Divina Providência.

Nas visitas às famílias, aprenderam com a fé e a perseverança das pessoas mais simples e a valorizarem o que tem e são.
Muitas foram as graças recebidas durante esta missão. Diante disso, só podemos agradecer a Deus e nos comprometer a continuar sendo um “raio da ternura do Coração de Jesus” onde estamos.




Missão Cleliana

Fala Galera!!!

Mais um final de semana missionário na cidade de Piraquara e também em Maringá.

Vamos juntos rezar:

 A Missão que nos foi confiada 

Deus, nosso Pai, 
Maravilhosa é a Tua criação. Tudo o que foi criado vem das Tuas mãos.  
Também a mim chamaste para a existência, também me deste uma missão para a vida, uma missão que mais ninguém pode cumprir. 
Eu tenho um chamamento de vida. Talvez não reconheça claramente este chamamento na Terra, mais um dia ele vai tornar-se claro. 
Não fui criado para ser inútil ou sem valor, mas como elo de uma grande cadeia, ponte entre os homens e as gerações. 
Senhor Deus, foi-me atribuída uma boa missão: 
Completar a Tua obra, trazer a paz, fazer o bem, servir a verdade, viver a Tua Palavra, onde quer que eu esteja, quem quer que eu seja. 
Amém. 
(Oração das Ilhas Fiji – YouCat – Orações para jovens) 


Sagrada Escritura: A palavra viva no meio de nós



Por Sabrina Carvalho

A palavra de Deus é um dos caminhos que podemos encontrar para chegar mais próximos do Coração de Jesus e, por meio dela, podemos trazer ensinamentos importantes para a nossa vida.
Madre Clélia Merloni é um dos exemplos mais significativos de pessoa que fez da Sagrada Escritura um importante instrumento de Evangelização tornando Jesus Cristo conhecido, amado e servido. Em uma de suas cartas ela diz: “ O Evangelho...diz que os bem-aventurados e os santos são humildes, pobres e desprendidos de tudo. São os corações mansos que sofrem tudo de todos, sem causar sofrimento a quem quer que seja; eles retribuem o mal com o bem, a censura com o elogio, o ódio com o amor; são os provados que passam seus dias em aflições e lágrimas, longe das glórias do mundo; são os zelosos da própria santificação que têm fome e sede de uma justiça sempre maior. Estaremos entre eles...?” (M.C.Mg.,I,p.122).
No mês de Setembro os integrantes da PJC 1ª ETAPA trabalharam com a Palavra de Deus, a partir da leitura, reflexão e oração em grupo e individualmente. Como proposta para esse mês cada integrante foi convidado a realizar a leitura da Palavra de Deus com a família, incentivando a oração não somente nos encontros da PJC mais também no seio familiar.
Um dos nossos integrantes fez a experiência com a sua família e disse que foi muito gratificante e que a família gostou muito da ação.

Esperamos que mais jovens sejam motivados a propagar a Palavra de Deus em todos os ambientes.

DNJ: PJC sintonizada



Muitas Dioceses já estão organizando e algumas já realizaram o DNJ - Dia Nacional da Juventude.
Cada Diocese organiza seu evento conforme os calendários locais, mas busca estar em comunhão com todos os jovens brasileiros refletindo o mesmo tema.
Em sintonia com o tema da Campanha da Fraternidade 2017, as temáticas estão relacionadas à defesa da vida e da terra, sendo esta a “casa comum”, como ressaltou Papa Francisco na Encíclica Laudato Si.

Tema: “Juventudes em defesa da vida dos Povos e da Mãe-terra”
Lema: “Os humildes herdarão a terra” (Salmo 37,11)

A PJC, se insere nas dioceses para estar conectado com todos os jovens cristãos e com a Igreja.


Maringá, já se prepara! Acesse: https://www.facebook.com/events/755984331270623